Nova Detroit

Usina Nuclear

De acordo com o jornal online Michigan Messenger um relatório mostra um aumento 31% na taxa de câncer entre os jovens no condado de Monroe, Michigan (Monroe County) desde 1996

A taxa de câncer entre pessoas com menos de 25 anos no Condado de Monroe aumentou em mais de três vezes a taxa média do estado de Michigan entre 1996 e 2005, de acordo com um relatório do Departamento de Saúde Comunitária de Michigan (Michigan Department of Community Health, MDCH).

No condado de Monroe está instalada a central nuclear Fermi II, que se tornou totalmente operacional em 1988. Embora a indústria e o governo afirmem que o aumento local da taxa de câncer não está relacionado à central nuclear, muitos especialistas e críticos da energia nuclear dizem mais estudos são necessários.

O novo relatório, elaborado em resposta às questões apresentadas pelo Michigan Messenger, lança nova luz sobre a questão.

As autoridades reafirmaram que os níveis de radiação no entorno da central nuclear não excedem os limites máximos permitidos, mas, a exposição continuada é uma preocupação crescente na população.

O caso do condado de Monroe, no entanto, parece que reabrirá a questão e motivara novas pesquisas.

Comments

pessoa pessoa

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.